Hoje em dia, um mercado concorrente não é exclusividade de alguns setores, e sim presente
em quaisquer áreas de atuação. Ou seja, independente do seu “nicho”, você sabe muito bem
que há pedras no seu sapato que precisam tiradas ou evitadas.

Por isso, para que o cliente vá até à sua loja no lugar da outra, é necessário que você ofereça
um diferencial, um “algo a mais” que o motive para essa escolha.

Dentre inúmeras ações que você pode tomar, há uma palavra que está presente em quase
todas: Inovação!

Segundo o dicionário Priberam, inovação é aquilo que constitui algo de novo, que cria novos
produtos, métodos ou conceitos.

Sabendo disso, vimos que o mundo corrido exige mudanças, velocidade, agilidade… novidade!
Neste material, você receberá 4 dicas de como inovar e gerar mais lucro para o seu comércio.
Sendo assim, preste bastante atenção, adeque as informações à sua empresa e alcance os
resultados que você sempre quis.

Vamos lá!

1- Inove, ou melhor, renove

A primeira dica não vai pra algo, necessariamente, novo, afinal, o primeiro conselho vai para
ser usado nas pessoas que você já conhece, isto é, seus funcionários.
Lembre-se que o principal patrimônio da sua empresa são as pessoas que fazem a empresa
existir, ficar de pé.
Sempre que possível, proporcione a quebra de rotina (café-da-manhã “comunitário”, happy
hour, gincanas de vendas…) ou invista no conhecimento (palestras, congressos…) para que
seus funcionários se sintam mais motivados e possam usar a expertise no cotidiano.

2- Venda o mesmo, mas da mesma forma

Após ter investido nos seus funcionários, vá para o alimento da sua empresa: o seu produto.
É bom ressaltar que “serviço” também não deixa de ser “produto”, ok?

Sendo assim, procure sempre trabalhar com o que há de melhor no mercado, explore as suas
qualidades e invista nas facilidades. E falando em facilidade, um gigantesco diferencial que a
sua empresa pode oferecer é o serviço de entrega. Afinal, hoje em dia, nem sempre os seus
clientes terão tempo de ir à sua loja. Mas cabe a você ir até eles.

3- Inove, literalmente falando

Faça ou traga algo de novo no seu comércio. Bons exemplos são os investimentos em um
sistema interno de qualidade, sistema de segurança de ponta, tenha no seu portfólio produtos
que são novidades “lá fora” …

4- Inove antes da inovação

Soa estranho, mas é isso mesmo: faça com que a inovação não seja tão nova assim.
“Como?”
Requer prática, mas não é tão difícil: esteja por dentro das tendências e analise para aonde o
barco das novidades estão indo.
Pegue qualquer produto do seu comércio, analise-o e veja uma versão anterior do mesmo
produto: a embalagem mudou? Teve alguma alteração no principal ingrediente? O slogan
mudou? Ele está mais moderno? O site que está na embalagem está atualizado? É moderno?
As perguntas acima são algumas que você pode fazer, analisar e se inspirar.

5- Tente antes da concorrência

O mercado de um modo geral está cheio de indícios de onde ou o que seus clientes precisam e
preferem, basta ficar de olho nas necessidades deles e nas tendências do mercado para inserir
inovações no seu serviço, ou produto.
Um exemplo disso foi a Trichopp, uma choperia que queria aumentar suas vendas e percebeu
que seus clientes, grande maioria jovens, preferiam curtir o carnaval nas ruas do que ir ao seu
estabelecimento nesta data.
Como o Carnaval é uma ótima oportunidade à qualquer vendedor de cervejas, a Trichopp,
decidiu investir em um triciclo para aproveitar o lucro da Folia.
Desse modo, além de ficar mais perto de seu público, pode divulgar sua marca de forma
diferente.