Se você é proprietário de uma Honda 125cc ou 150cc, pode facilmente transformá-la num triciclo de carga e começar a ganhar dinheiro com ele. A FUSCO-Motosegura é especializada neste tipo de serviço, acoplando a carroceria à motocicleta sem danos ao chassi.

Conheça como funciona o processo de transformação da moto em triciclo.

TRANSFORMAMOS UMA MOTO COMUM EM UM VEÍCULO DE TRANSPORTE

O acoplamento é simples e prático, embutindo a carroceria nos principais pontos de fixação do chassi e quadro elástico.

À primeira vista, parece difícil adaptar uma moto comum num triciclo. Entretanto, a Fusco-Motosegura desenvolveu um projeto livre de complicação, modificando totalmente a motocicleta sem alterar os comandos originais.

O sistema é fácil de explicar: composta por uma estrutura de aço, a carroceria é acoplada no lugar da suspensão traseira da moto, dando origem a um triciclo sem corte e solda no chassi. Para isso, alguns itens são retirados, como o quadro elástico, a roda e a maioria das peças que compõem a parte traseira do veículo.

O acoplamento é simples e prático. A carroceria é embutida nos principais pontos de fixação do chassi e quadro elástico, permitindo a torção do movimento e evitando a quebra do chassi. A estrutura metálica forma um chassi composto por eixo com sistema diferencial, freio hidráulico acionado pelo próprio pedal da moto, freio de mão mecânico nas rodas traseiras (automotivas, aro 13) e chicote elétrico nos padrões originais, sem corte.

Vale lembrar que as carrocerias Fusco podem ser acopladas nos modelos: Honda “CG 125 e CG 150” e Yamaha “Factor YBR 125”.